Madeireiras de Lavras estão sendo fiscalizadas durante operação do Ibama

Madeireiras de Lavras estão sendo fiscalizadas durante operação do Ibama

Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), aplicou até esta quarta-feira (8), cerca de R$119 mil em multas a madeireiras com irregularidades em Minas Gerais.

O instituto realizará, até sábado (11), a operação “Madeira Ilegal”, com objetivo de combater fraudes nos sistemas de controle do material. Serão vistoriadas empresas em Belo Horizonte, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Lavras, no Sul de Minas, suspeitas de participar de esquemas irregulares.

De acordo com o Ibama, a análise dos dados de movimentação revelou que cerca de 4.000 m3 de madeira serrada de espécies nativas vinda da floresta amazônica foram comercializadas de forma ilegal em Minas Gerais.

Foto: Ibama/Divulgação
Foto: Ibama/Divulgação

Ainda segundo o órgão, as fraudes mais comuns foram a emissão de guias de transportes com rotas consideradas inviáveis, a venda de madeiras de baixa qualidade e até mesmo empreendimentos funcionando sem registro.

Além das multas cobradas, o Ibama afirmou que pretende com a ação uma maior legalidade na comercialização dos produtos florestais. Ninguém foi preso.

Fonte: G1

viladotoco

Author:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *